Uma noite em Amesterdão estava o Cavaco Silva a falar na televisão, quando o comecei a ver a cores.

É certo que não seria mau o cavaco transformar-se em azul, e o sócrates quiçá num rosa bébé, no entanto não gostei da experiência. Continuo a preferir o álcool.