São veias, senhor. A espalhar-me a alma pelo chão.


Deixar uma resposta