claro que não vai
Dão-nos um nome e um jornal
um avião e um violino
mas não nos dão o animal
que espeta os cornos no destino

Simplificando ao melhor disto, a queixa das almas jovens censuradas

Dão-nos um lírio e um canivete
e dão-nos mais coisas de ouvir e ver e não de ler,

ah, zé mário, dá cá um beijo