4 thoughts on “todas as madrugadas têm um ontem no ventre”

  1. e deixaram de ser teus filhos? mesmo que atiremos os ontem todos para um caixote de lixo, não te largam
    E o que não te larga está em ti.

    vai por mim. E se não concordares (o que é saudável) estou disposto a decidir isto à bolachada

Comentário (nome, etc, é opcional)