Nunca fui de ódios nem de magoar com vontade. Consegui entretanto perder a inveja e a necessidade de ter a última palavra. Ou de ter a palavra.

Perdi o assobiar na rua e tenho pena. Andava e assobiava imenso. Tinha um repertório. Às vezes ainda tento.