Hoje acordei revoltado.

Com as certezas. Com o vinho da casa que não chega para todos.
Revoltado com os escritos, com as pessoas e com os pastéis de nata.