2 thoughts on “Quantas vidas anónimas se perdem em manhãs cinzentas como a de hoje?”

Comentário (nome, etc, é opcional)