2 thoughts on “Possuir-te não porque te deseje mas porque te quero”

Comentário (nome, etc, é opcional)