Ouvi eu na mesa ao lado: “Aqui entre nós que ninguém nos ouve…”