que as paredes venham, o silêncio suba pelo corpo,
a noite inteira, centímetro a centímetro

Bruno Pernadas
Waltz
Bruno Pernadas Waltz