O homem na cidade

6 comments on “O homem na cidade

  • Isabel Pires says:

    Sou fascinada por street art. No início do meu “canto” publiquei alguns trabalhos e agora tenho estado um bocado parada nessa busca.
    Na minha primeira viagem à Sardenha estive numa cidade do interior repleta de trabalhos deste género.
    Estes são lindíssimos. Onde estão?

  • Luis Rodrigues says:

    na net 😀

    não sei como a conseguem pintar, que desconfio que aquilo não há tinta que agarre, mas há uns estranhados que conseguem

  • Carla says:

    Vinha aqui discordar de uma coisa que escreveste e eu li até onde foi possível e já cá não está.

    É pena, seria um momento raro eu descordar do que escreves (pelo menos das partes que entendo, que das que não entendo nem cogito — todos temos direito a dizer/escrever coisas que escapem à interpretação de terceiros).

    Mesmo assim, fica o registo: a tua primeira frase não faz sentido por ser uma contradição com a terceira. Para ela valer, não haveria uma coisa chamada «reforço positivo». É sempre preciso, desejável e necessário, para quem precisa de dizer e para quem precisa de ouvir.

    • Luis Rodrigues says:

      Por isso evito reler. Para não perceber que nem eu percebo o que escrevo.

      É uma contradição intencional. Para que faça sentido.

    • Luis Rodrigues says:

      Estamos de acordo 🙂 Acabaste de descrever a razão da ordem que escolhi. A primeira para agarrar a ultima para inquietar

Leave a Reply to Carla Cancel reply