7 thoughts on “Dias brancos”

      1. Diz-se na minha terra «chama-me pai, que eu dou-te castanhas».
        Se é para te chamar pai, ao menos que ganhe alguma coisa em troca (pode ser uma panela enorme ou um saco de 25 kg de açúcar)

  1. Começaste bem, com uma das bandas da minha vida.
    O último, como é costume contigo, tanto a música como o video, repeti e repeti e repeti e continuo sem palavras, nem sequer um uauuzito
    Muito bom começo! Nunca desiludes

  2. Luis Rodrigues

    Não és normal, pá! Quando vi esse video da primeira vez fiz a mesma coisa, depois reparei que era o único.
    Pensei, bom, é normal.

Comentário (nome, etc, é opcional)