Um mundo em que uma fotografia como esta não seja recebida com estranheza ou indignação.

Acharia a foto normal se os gajos viessem da pesca e fizessem uma fotografia de grupo com o peixe de 7 quilos que acabaram de pescar, ou com a taça no final dum torneio que tenham ganho.

Encontram uma criança que estará assustada e a precisar de cuidados, e que lhes tenha sequer passado pela cabeça: Olha anda tirar uma ‘selfie’ com o miúdo, já é de bradar aos céus. Gente com as prioridades distorcidas acontece.

Mas que seja a instituição GNR a exibir publicamente a fotografia é revelador. Sejam bem vindos à geração facebook onde a primeira coisa e quase única coisa que interessa é ‘aparecer’ e ‘partilhar’ (i.e. exibir) os troféus.

https://www.dn.pt/sociedade/interior/gnr-partilha-imagemdo-momento-em-que-encontroumartim-5461670.html

Em breve teremos fotografias da malta do INEM sorridente ao lado dum gajo encarcerado num automóvel.
Dai-lhe mais uns tempinhos.