Mai 21

Mudar de vida

Agora ouço muito o ‘isto vai fazer mudar muita coisa’ que vem da ânsia de um D.Sebastião futuro e redentor.
O marketing sabe-o e por isso toda a treta é revolucionária e ‘game changer’.

Não espanta que cada dia seja como antes.

As circunstâncias pessoais podem-se alterar mas o jogo é sempre o mesmo e nunca muda.
E para não mudar é importante criar a ilusão que vai mudar.

8 thoughts on “Mudar de vida”

  1. Já dizia o outro, sabiamente, que é preciso que alguma coisa mude para que tudo fique na mesma. Nada como uma bela pandemia para que coisa alguma se altere.

    1. Nos meus tempos de bom rapaz tinha uma esferovite de alto a baixo do corredor onde punha coisas.
      Esteve lá escrito muito tempo: Não basta mudar as moscas

  2. cerejas: fui ver quem tinha dito a cena do é preciso mudar para que fique tudo na mesma. Lampedusa. Que escreveu o Leopardo. Que é um filme do Visconti. Que de certeza tenho para aí no meio dos meus filmes. E eis a razão da escolha do filme que vou rever agora.

  3. Isabel Pires

    (Queria deixar a resposta no sítio mais certo, a seguir ao que me respondeste, mas não dá; não está a funcionar (?))

    No meu caso, há pouco fascínio pelo novo associado à vontade/necessidade de mudança, quando ela existe.
    É mais uma questão prática, mesmo quando não se trata de algo prático, e de compromisso comigo.
    Para mim tem sentido fazer para mudar o que não quero, perdendo o que houver para perder, na expectativa de construir algo mais compatível com o que me faz sentir bem.

    A questão do “isto vai fazer mudar…”, qualquer que seja o “isto” a que te referes, é uma ilusão.

Comentário (nome, etc, é opcional)