mais coisas que não percebo

normalizou-se a ideia que os debates e eleições são um combate de boxe ou na melhor das hipóteses um jogo de xadrez

no final dos combates dá-se pontos e o que conseguiu deitar abaixo o inimigo é declarado vencedor

na verdade até aquela conjectura que aquilo serve para escolher quem pensa como nós, é torta como um prego torto

o principio da democracia representativa, é que os eleitos representam quem os elegeu, e votam em seu nome

em vez de nós os ouvirmos, não deveriam eles ouvir-nos a nós de modo a nos poderem representar?

Comentário (nome, etc, é opcional)