Gostava

de sair à rua e não haver rua. Depois caminhava ao longo de rua nenhuma e os passos fugiam
abandonam-me ali

e porque haveria de haver ruas ou sítios onde há ruas?
porque há-de haver rugas e cachecóis e cabelo? O trabalho de pensar isso tudo.

Rectas. É o que há. Longas rectas que não pensam.


8 Comentários

  • jessica vega

    que tristeza … � pensar em rectas ,,,eu vejo nas tuas ruas cachecois, cabelos ao vento …fazendo curvas …

  • musalia

    para evitarmos esse trabalho, temos a imaginação. o sonho, gosto mais 🙂 então, tudo é possível, compomos o mundo, os afectos, à nossa forma de sentir.(ainda não te disse que adoro o teu espaço e o que escreves? – desculpa a franqueza, não se repetirá;)

  • angela

    de cachecóis e cabelos eu gosto :)de os sentir nos dedos

  • firmina12

    então sento-me na recta e sonho com as curvas e os labirintos? se calhar é mesmo assim a vida

  • A estranha

    Pode ser que as Longas rectas não pensem… Ainda bem que as longas rectas têm aquela teência para encaracolar como os cabelos fazem com a humidade 🙂

  • haydée

    ora, ora, eu gosto de ruas, onde se passeia, onde se anda, onde se mora, que se descobreme de cachecóis tbrectas, só as pessoas…bom fim de semana

  • Tinta no Bolso

    Jessica, nem o vento sopra sempre…Musalia, obrigado. sabe sempre bem… mas fica estranho ouvir. por isso concordo. Que não se repita :-)Angela, que seria de nós sem o toque? sem o arrepio que é sentir (cachecóis, cabelos)?Firmina, tenho corrido as livrarias todas, a net, tudo. Estou quase a desistir. O manual da vida, onde diz como ela é e como funciona, não está mesmo à venda :-)Estranha, tenho para mim que tudo o que encaracola, é bom!!!Haydée, eu gosto das ruas, principalmente quando não se parecem com ruas, quando estão com qualquer coisa de diferentee um óptimo fim de semana para ti também, na rua ou não 🙂

  • firmina12

    pois claro, a vida não vem nos manuais. experimente comprar o livro de poemas do rui nunes. não diz como é a vida, mas ajuda

Deixar uma resposta