Comecei tão tarde a vida, que tenho vontade de dizer: Olhem, enganei-me, quero começar outra vez.

Gostei (muito) dos meus enganos, mas não do tempo a roer-me os calcanhares.

Detesto o tempo. Diz-se “Está tempo de chuva”, mas não se diz “Olha, está tempo de Sol”.

Odeio o tempo. O espaço, por exemplo, é mais maneirinho.
Se quiser estar ali em baixo, vou e estou lá. Mas se quiser estar ontem, como raio é que faço?