• 24 Mai 2019

    É sexta feira vinte e quatro de maio e está calor

    não take much, que sou gajo de gostos simples

    Quando cheguei a casa passava isto na radar. E por associação de ideias pensei naqueles ‘…’ que espetam o microfone na cara de quem está esfuziante de alegria ou tristeza, e perguntam em directo para a tv: o que está a sentir?

    A atitude correcta é dar-lhe um pontapé nos tomates ou um murro nas mamas e responder: não consigo descrever, e tu?

     

     

     

     

     

     

  • 23 Mai 2019

    Riscos da embriaguês

    Leva as pessoas a pensar que estão sussurrar, quando não estão

    É a principal causa de danças extremamente absurdas

    Faz com que se conte a mesma historia chata, vezes sem conta, até ao ponto de te quererem partir a cara

    Resulta em dizer coisas idiotas como porl esempelo ixxtos.

    Acredita-se que aquela moça que não te liga nenhuma está realmente mortinha por um telefonema teu às 4 da manhã

    Ficar intrigado tipo “onde pus as calças?”

    Ter a certeza de certos poderes místicos de Kung Fu

    É a principal causa de inexplicáveis queimaduras em tapetes e sofás

    Gera a falsa crença de que as pessoas se estão a rir das tuas piadas

    Causar um influxo na dimensão espaço-tempo, com pequenos (por vezes largos) espaços de tempo que parecem literalmente desaparecer

    O consumo de álcool pode, eventualmente, causar gravidez

     

     

     

     

     

     

  • 23 Mai 2019

    Comportamento humano

    Gosto imenso de observar o comportamento humano. É engraçado.
    E este Dan Ariely ajuda-me muito.

    A segunda opção é estúpida. A terceira é o mesmo preço, e inclui o acesso online.
    É claro que as pessoas não são estúpidas e por isso ninguém subscreveu essa opção.
    E o que acontece ao retirar a opção desnecessária? As opções das pessoas mudam, e a maioria passou a escolher a primeira opção.

    Outro exemplo. Entre um fim de semana em Paris ou Roma com todas as despesas pagas, parte escolhe Paris, parte escolhe Roma.

    Agora se a escolha for um fim de semana em Paris ou Roma com todas as despesas pagas e um fim de semana em Roma com todas as despesas pagas excepto 5 euros que tem que se pagar pelo café.

    A introdução duma opção desagradável, faz com com que a opção de Roma sem o pagamento dos 5 euros se torne mais apelativa, e a percentagem de pessoas que escolhe Roma sem pagar os 5 euros aumenta.


    Ou seja não é difícil alterar as nossas escolhas manipulando a forma de apresentação das opções. E quem sabe disso tem uma tentação enorme de nos querer transformar em marionetas.

    Para que as pessoas escolham a opção A, põe-se ao lado uma versão pior do A. De repente a versão original parece melhor do que era antes. Isto resulta muito bem em eleições, votar no A porque o B é pior 🙂

    Isto levanta outra questão. Que é a dificuldade que temos de pensar em termos absolutos. A gente relativiza, é melhor, é pior, escolhemos com base no que podemos ganhar ou perder. Os assinantes do Economist escolhiam a terceira opção não por ser boa, mas por ser melhor que a segunda.

    Essa é outra das nossas irracionalidades e da razão de fazermos más escolhas.


    Por isso gosto dos sem terra, dos sem rumo e dos enamorados

    é a única forma de sermos inevitavelmente absolutos

    e absurdamente admiraveis

     

     

     

     

     

     

  • 22 Mai 2019

    construir não é fazer

    há uma diferença entre ser estranho e ser original
    estranho é quando se quer, original é quando pode

    construir é juntar as peças do lego
    fazer é inventar um jogo novo

    amanhã vou almoçar ao portinho
    e mergulhar

     

     

     

     

     

     

  • 22 Mai 2019

    Invaginemos

    Está o michelangelo a pintar a capela sistina e a meio do tecto aquela porra fecha-se e perde tudo o que esteve a pintar nos últimos dois anos. Ou ao dar a ultima pincelada, o Juízo Final transforma-se numa chave inglesa porque é o que está no dicionário. Ou se num arrebatamento, num êxtase em que o pincel anda desvairado, aquela merda bloqueia e não anda para lado nenhum.

    O michelangelo ia ficar fodido, não ia?

    ao menos que o michelangelo me compreenda 🙂

     

     

     

     

     

     

  •  

     

     

     

     

     

  •  

     

     

     

     

     

  •  

     

     

     

     

     

  • 19 Mai 2019

    Avé Maria Cheia de Graça

    Avé Maria
    Avé Maria

    Eis aqui a serva do senhor, faça-se em mim, segundo a Tua palavra

    …e uma espada trespassará a tua própria alma a fim de que se descubram os pensamentos de muitos corações

     

     

     

     

     

     

  • 17 Mai 2019

    Desenrascanço

    Sonho com tudo de tudo

    Entretanto chupo tudo de tudo
    o que há em cada bocadinho de nada

     

     

     

    E é isto tudo. Nós.

    ————–

    Tentei comentar um blog do sapo. Aquilo/Aquele insiste que devo ter um blogue no sapo ou dar-lhe uma conta do fb. Azar.
    Mas como já estava escrito fica aqui o comentário 🙂

    Perdoar é tudo o que não se deve fazer
    abomino até a palavra, quando alguém está em posição de perdoar outro, não é bom para nenhum dos dois

    sonho com um mundo sem essa palavra no dicionário

    porra, metade das vezes que vejo este video fico com vontade de chorar