Web Analytics

O que fazer a uma vontade difícilmente reprimivel de cantar dançar gritar rir quando toda a gente está no estado normal?

O que há para perceber

alguém percebe?

Desconfio que ninguém percebe nada de porra nenhuma.
A gente acha que um bigode é um bigode. E prontos, é um bigode.
Alguns até estão dispostos a bater em quem diga que não é um bigode.

Já não vou atrás mudar o título, mas podia ser:
Um bigode é um bigode

claro

ou tás parvo?

Que idiota podes ser tu para dizer que não é um bigode,
o bigode que toda a gente vê?

É terrivelmente bom pôr-me a olhar para as coisas.

E maravilhosamente mau.

Porque havemos de procurar a objetividade, quando somos por natureza subjectivos?

Serve de quê a justiça, se somos inevitavelmente injustos?