Sei lá

Caminhos

A questão é esta, de uma forma ou outra, estamos sempre à procura de estatuto.

Mesmo os que o procuram por não o procurar.

algo que arda

dá-me algo que arda
um verão, o fogo ou a boca

para esquecer por momentos
a boca e as chamas

Estranheza

cada um destes corpos é um mar revolto

como é que fazem para se tocarem tão raramente e a espaços?