há uma alegria dos olhos que não se pode disfarçar
nem fingir

(um abraço ao pedro barroso)