As velas ardem até ao fim

Houve uma altura em que morriam à minha volta por serem novos.
Gente que se ia por arder muito depressa.

Estou no limbo. Agora ninguém morre.

Há-de vir a altura em que me começam a morrer por ter chegado o tempo.
Gente que se vai porque arderam tudo.


Deixar uma resposta