O maluco descobriu a cura para tudo. A martelada.
Dói-te a cabeça, martelada na cabeça. Dói-te um dedo, marteladas nos dedos.
Garanto que nunca mais te dói nada.