O momento máximo da vulnerabilidade é ao adormecer. Quando não nos resistimos.