Quando terá surgido esta ideia ridícula de que temos que tolerar a realidade?