4 Comentários

  • Luis Rodrigues

    Como o nome diz, põem-nos num sitio alto, um lugar de elevação, de exaltação
    depois matam-nos
    há aqui uma lógica retorcida que me escapa

    e no entanto é assim que se faz normalmente com naturalidade

  • Carla Pinto Coelho

    Parece-me que, com o rumo que as coisas levam, um altar é um gasto supérfluo, melhor abrir um buraco e está feito. Vejo pouca elevação do que quer que seja, vejo mais a continuada degradação.

Deixar uma resposta