Pausas

Ontem pus a sacar tudo o que pude do Louis Theraux. Hoje ao acordar, comecei a maratona.

Ele sabe o que perguntar e como perguntar. Sabe escolher a quem perguntar.
Pergunta o que nunca seria capaz. Mostra-me o que nunca veria de outra maneira.

E relembrou-me o poder de uma pausa na conversa.
Quando a pessoa com quem está a falar acaba uma frase, por vezes não responde nem pergunta. Fica em silêncio.
Em parte porque se dá o tempo para pensar, em parte pela pressão de quebrar o silêncio faz com que a pessoa diga coisas extraordinárias após a pausa, ao retomar o que dizia.

O melhor não é o que se diz primeiro. Precisa de tempo e espaço para aparecer.
É como um amor. Precisa de namoro.

E vivá música carago!

Sun Kil MoonBen's My Friend

O amigo Ben é este

O fim

Faz parte da banda sonora de um bom filme, Medianeras.
O título ganha uma estranha ironia, sabendo que morreu no dia 11.

agararraideseme

não tem que ser assim

mas tem graça que seja

Dúvidas

O sexo dos pandas também é fofinho?

Os pandas estão em extinção, não é?

Isto são perguntas feitas com respostas?

Ismália

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...
Terry CallierLazarus man