Absurdo

https://www.linkedin.com/feed

Bom exemplo do engano e absurdo dos geradores de lixo que abundam na internet.

Dei uma vista de olhos aos comentários, e são quase tudo “tag me, tag me!” sedentos de seguidores, mesmo que seja um americano do kansas que não tenha puto de interesse naquilo que o seguido faz.

Alguns até elogiam o altruísmo do senhor, valha-me Deus. O gajo só quer criar estardalhaço, gostos e visualizações para o seu próprio postal. E conseguiu. Este é mais ‘popular’ do que os outros postais que ele tem ali à volta.

E será tão difícil de ver que este esquema de atrair gostos não é mais que um esquema de pirâmide, e que é impossível estarem todos lá no topo. Se todos os 10 milhões de seguidores tiverem 10 milhões de seguidores cada um, essa rede ligada ia dar um numero sem tamanho. E seria a essa rede que cada um deles estaria exposto. Lixo, mais nada.

Serenidade és minha

Raul de CarvalhoVem serenidade (Mário Viegas)

Vem, serenidade!
Vem cobrir a longa
fadiga dos homens,
este antigo desejo de nunca ser feliz
a não ser pela dupla humidade das bocas.

Vem, serenidade!
faz com que os beijos cheguem à altura dos ombros
e com que os ombros subam à altura dos lábios,
faz com que os lábios cheguem à altura dos beijos.

Nwahulwana

fruta é a que se dá a apanhar
lavrador é quem a apanha

WazimboNwahulwana

Sad Water

Naquele dia a morte instalou-o
confortavelmente no céu. Lá se foi
com seus modos humanos, seus caprichos
e um notório acanhamento em público
(há-de a princípio faltar-lhe à-vontade entre os anjos).

Zita SwoonSad Water