Web Analytics

Direito a herrar

Convivo mal com o erro, com a ideia de fazer algo mal. Em cada minima coisa tento semper fazer o melhor que posso. O que é uma grande burrice. Ninguém consegue nem ninguém aguenta.

Meter na cabeça que há coisas que não valem a pena o esforço. Improvisar e fazer de qualquer maneira e o que sair saiu. Que se lixe.
Um dia hei-de conseguri fazer as coisas mal, bem! 🙂

da cena dos afectos

Desde que nasci até que saí de casa dos pais, não me lembro de um único beijo da minha mãe. Abraços lembro-me de um, em circunstâncias muito especiais.
De resto lembro-me da minha mãe a cozinhar, a lavar, a limpar, a esfregar e ocasionalmente a gritar. Não me lembro de nenhuma palmada.

O meu pai ia a casa para comer, dormir e ver televisão. Sabia da nossa existência e o nosso nome, mas se lhe perguntassemn em que ano estavamos, não sabia responder.

Das Descobertas

Sempre me fez confusão como se pode dizer que se descobriu uma terra onde já vivem pessoas.
Hoje descobri que não sou o único, a wikipédia já concorda comigo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Descoberta_do_Brasil
“O termo “descobrir” é utilizado nesse caso em uma perspectiva eurocêntrica, referindo-se estritamente à chegada de europeus, mais especificamente portugueses, às terras de “Vera Cruz”, o atual Brasil, que já eram habitadas por vários povos indígenas”

É claro que da primeira vez que fôr a Badajoz, posso dizer que fui eu que descobri Espanha! 🙂

Acho graça ao desconto que se dá aos poetas

Um poeta diz que é um fingidor, que até finge que é dor a dor que deveras sente, e a malta: uau!
Já se for um gajo qualquer, quiçá um jogador, e alguém diz que aquele gajo está sempre a fingir, e é logo buuu!

Isto de escrever faz bem para desenferrujar a língua (como se escrevesse com a língua :). Digo isto porque fiquei preocupado por ter que pensar duas vezes para decidir se a conjugação de fingir era com g ou com j. Fiquei mais descansado quando vi que dá com um e com o outro. Digam lá se a gente não facilita a quem queira aprender português.