este papa é menos açorda que os outros

‘A fome e a subnutrição não podem ser vistas como um facto normal, ao qual nos devemos acostumar, como se fosse parte do sistema.
Algo tem que mudar em nós, na nossa mentalidade, nas nossas sociedades.’

Francisco ressaltou o paradoxo de como a globalização revela as situações de necessidade das pessoas no mundo todo, e no entanto “cresce a tendência ao individualismo” e à “indiferença tanto em nível pessoal como das instituições e dos Estados em relação a quem morre de fome ou padece de desnutrição”.

Quando o gajo atirou o papamóvil pró lixo, senti logo que não era uma açorda igual às outras.

precisa-se de deus (ou de musa)

Ia na rua quando, de repente, disse em voz alta ‘quarenta e oito mil trezentos e vinte e sete”.

Não sei porquê nem o que significa. Só me apercebi do que fiz quando acabei de falar.
Foi como se alguém tivesse falado através de mim. Seria o diabo?

Se fosse deus ou uma musa deveria ter saído algo que se aproveitasse, tipo uma predição ou uma poesia, e não 48327.