Bitch that gave birth to them

Estava eu de regresso da China, e passo por um pão de forma com ‘lisbonlovers’ escarrapachado (perdão, escarrapachapateded). Lá dentro, um gajo (perdão, um dude) muito à frente (perdão, muito cool).

Como esta história do marketing, publishing, advertising, empregnating funciona sempre, lá fui ver o site.

Parece que ‘Lisbonlovers’ é a marca oficial de todos aqueles que amam Lisboa. Faz sentido. Aliás, estamos até a pensar deixar de falar Português para demonstrar o nosso love por Lisboa (perdão, Lisbon)

O site foi feito por uns outros senhores, também muito criativos. Thinkorange. Ponto pt, claro está.

Para que servem os países?

Quem é que inventou uma coisa tão estranha e absurda como a “fronteira”?
Os animais não têm fronteiras, nem as plantas, nem ninguém. Só mesmo o homem. Porra, somos mesmo muita estúpidos!

Para que servem estas separações chamadas países? Não lhes encontro nenhuma utilidade.

É certo que assim se proporciona uma espécie de poder a maior número de governantes de vária ordem. Mas não vejo que isso seja uma vantagem.
Para mais, dado que a contrapartida é a guerra, desigualdade e fome.

O que eu gosto de instruções Made in China

‘Microphone don’t to near the television in the using time, or the microphone will bring self-excitation.’

Juro pela minha alminha que acabo de ler isto, tal qual. E o melhor é que tem uma página inteira de pérolas e auto-excitação com o microfone.