Web Analytics

Viajar no ar

Tudo isto é um pouco estranho, a suspensão, a respiração, a tua respiração na minha pele.

A revolução está morta. A respiração está morta. Sobreviver para a possibilidade da respiração na pele.

Náusea. Respirar o ar podre tão fresco da tua respiração na minha pele.

(assumidamente farçola, foi o que deu o intervalo das garfadas de robalo, os goles da alentejana e as conversas do lado)

ATMs mandonas

Já vos aconteceu o mesmo? Estão calmamante a levantar dinheiro e de súbito, “Retire o seu cartão!” numa voz de sargento de recruta, se os sargentos da recruta fossem gaijas. Estão ainda a batalhar com o bolso para acomodar o cartão, e já o ATM refila “Retire o seu dinheiro!”. Está bem, está bem, vai já! Antes que o ATM me berrasse aos ouvidos para retirar o talão fugi a sete pés.

Que é feito do se faz favor? A partir de agora só vou a ATMs meigas. “Querido, olha que te esqueceste do teu cartãozinho…” 🙂