quando passas pelas árvores

pára para ouvir as árvores

mesmo que seja por segundos,
mas nesses segundos esquece tudo o resto
ouve as folhas ao vento, sem mais nada

o mundo é o som do vento nas folhas

 

 

(quando ia a entrar no carro, subitamente fez-se um silêncio enorme, só se ouviam as folhas)