É desta que os os homens vão deixar de confundir a nossa espécie com o planeta, o mundo ou o universo?
Quando estamos em risco como espécie é duma vaidade enorme achar que as minhocas, as árvores, as pedras e oceanos estão em risco.
As coisas são muito mais do que a utilidade que têm para nós.
Isso do salvar o planeta ou ambiente é uma fantochada, se não for dito como deve ser: queremos salvar o nosso ambiente, porque o que nos mata, não mata necessariamente mais nada.
Quando há uma pandemia que mata o escaravelho da uva ninguém liga nenhuma.
Se houver uma pandemia que nos mate a todos, o tal de planeta liga tanto como nós ligamos à extinção do escaravelho da uva.
E o universo então é algo que escapa à nossa capacidade de compreensão, e qualquer tentativa de definição é errada.

Comentário (nome, etc, é opcional)