Where are the stars?

Nine Horses
Atom And Cell
Nine Horses Atom And Cell

 

 

 

 


14 Comentários

  • *

    o sylvian. estranhava não haver música ainda… não podia.

  • Tinta no Bolso

    haydée, nos momentos que valem a pena, sim sem dúvida nenhuma

    *, de facto é “normal” nos blogs haver escrita, imagens e sons as imagens são para os olhos a música para os ouvidos e as letras? acho que ainda não tinha posto por falta de um “suporte” agradável á vista vejo muitas coisas no dábliudábliu iutubi, mas pôr um video aqui dá-me cabo da estética do site.e isso faz parte do que quero que isto seja.

  • Tinta no Bolso

    o “player” do radioblog é girinho e discreto, mas tanto quanto me lembro a menos que se esteja inscrito no site só toca 30 segundos e não tem alojamento próprio para as músicaseste que descobri agora posso pôr lá as músicas que quiser e toca o pedaço que quiser seja com que duração for

  • angela

    as estrelas partiram para outras partes do céu

  • haydée

    onde está a música que não ouço?????????????

  • Andreia Ferreira

    Pegas numa borracha, limpas as nuvens que mascaram o céu e vais encontrá-las 🙂

  • jessica vega

    te diria que aqui en arica en chile las estrellas no paran de brillar …pero creo q ellas nunca paran de brillar dentro de un cielo lleno de ilusiones … todo es cosa de pensarlas …beijos e saudades …..desde o deserto mais arido do planeta ….

  • A estranha

    Acima das nuvens… Longe de todas as nossas luzes.l..Beijos

  • Tinta no Bolso

    angela, as estrelas nunca partem. nós é que deixamos que elas se partam (às vezes)
    haydée, no ar? 🙂 clicas no sinal azul de play que está antes do “Didnt’t”, e … esperas
    andreia, há dias em que me apetece soprá-las, e depois inspirá-las. pode ser?
    jessica, e que sejam ilusões e só coisas de se pensar. que interessa? que diferença faz? não é tudo assim?
    estranha, apagamos todas as nossas luzes. deixamos só o que é essencial. às vezes é preciso.
    cerejinha, ao coração chega-se sempre melhor de fora do que de dentro

Deixar uma resposta