Vinha para casa

Vi um velho sentado num banco de jardim, a olhar para o chão.

Pensei: Caraças, como é possível que o melhor que se tenha para fazer, seja estar sentado num banco a olhar para o chão?

Depois pensei, e se ele estiver a viver mundos imensos e maravilhosos, criações da sua mente, que nem consigo imaginar?

E pensei: E eu, não tenho nada melhor para fazer?

Depois pensei, deixa-te de merdas e vai trabalhar.

Mafalda Veiga
Velho
Mafalda Veiga Velho

2 Comentários

  • Inconfessável

    Há tanta coisa que não percebo.
    Qual será a razão de um velho sentado num banco de jardim ser igual a solidão?
    Quem declarou que solidão é mau? ou apenas mau.

    • Luis

      Luis

      – Há tanta coisa que não percebo.
      Já somos dois pelos menos 🙂

      – Qual será a razão de um velho sentado num banco de jardim ser igual a solidão?
      Repara que não falei em solidão, mas em tempo vazio. E o que ma passou pela cabeça foi precisamente que se calhar ele estaria em “nuvens” com que nem sonho e gostaria de estar 🙂

      – Quem declarou que solidão é mau? ou apenas mau.
      Muitas vezes chama-se solidão às nossas ânsias. a um mal estar interior que por vezes nos habita. Por isso se fala da solidão de quem não está só.
      É mau porque se parece com sofrer, mas pergunto-me: que seria de nós sem esse mal-estar, sem essa inquietação?

Deixe um comentário