No meio de prédios o céu é o céu

O cabrão daquele puto estúpido cego, surdo e mudo


Deixe um comentário