Descompreender

Há momentos em que descompreendo tudo. Não percebo o que vejo todos os dias e não percebo o que nunca percebi. Adoro esses momentos.

Não sei o que são as coisas, nem como são, nem o que são, sinto-me tão próximo que me aquece a alma.

O desafio é relacionar-me a cada minuto que passa com esse mundo geográfica e matematicamente inestético e compreensível.

Porque daí depende a minha descompreensão.


2 Comentários

  • Graça Pires

    Realmente, há momentos assim, em que a razão se encontra rodeada de chamas…
    Um bom fim de semana.
    Beijo.

    • Luis

      Que escolher? A razão ou as chamas?

Deixe um comentário