• 07 Mai 2016

    Encontro

    Luiz Henrique Xavier
    Encontro
    Luiz Henrique Xavier Encontro


    Jogo Subterrâneo
    Jogo Subterrâneo

    Luiz Henrique Xavier

     



  • 30 Set 2015

    Come on home

    Everything but the girl
    Come on Home
    Everything but the girl Come on Home

     



  • 19 Set 2015

    Um gajo que se dá

    José Mário Branco
    FMI
    José Mário Branco FMI

     

    Esta (não sei como lhe chamar) toca-me duma maneira que não tem tamanho. Como se pode ser insensível a uma pessoa que se dá desta maneira? E no entanto a poucas pessoas falei nisto, porque sei que essas poucas pessoas nem ouviram até ao fim, por falta de interesse. E a mais não falo. Porque razão me hei-se massacrar mais? Se me quiser sentir de marte, vou para marte.

     



  • 10 Ago 2015

    Os meus sonhos são feitos de água

    LittleWaterSong

    A Ute Lemper no seu melhor, numa versão do Nick Cave, que coleciona pérolas como esta.

    Ute Lemper
    Little Water Song
    Ute Lemper Little Water Song

     



  • 08 Jul 2015

    O gato a arder

    Kate Walsh
    Animals on Fire
    Kate Walsh Animals on Fire

     

    O comboio passa vinte e cinco vezes por dia, mas não chega
    quando somos animais a arder

     



  • 14 Fev 2014

    Morreu Menéres Pimentel

    Nasceu o bébé de Beyonce. Também se ouve muito: o bébé nasceu com 3,5 quilos.

    Percebe-se porque andamos a viver estes anos todos.
    Para ganhar o direito ao nome.

    Se a noticia passar a ser: morreu um velhote de 67 quilos, a malta desiste logo.


    (foi o que se salvou da

     

     

     

     

    avalanche)

     

    Shannon Wright
    Avalanche
    Shannon Wright Avalanche

     



  • 18 Jan 2014

    Isto, meus amigos, é exaltação. Exaltação feita de cimento e lágrima.

    Amou daquela vez como se fosse a última Amou daquela vez como se fosse o último Amou daquela vez como se fosse máquina
    Beijou sua mulher como se fosse a última Beijou sua mulher como se fosse a única Beijou sua mulher como se fosse lógico
    E cada filho seu como se fosse o único E cada filho seu como se fosse o pródigo
    E atravessou a rua com seu passo tímido E atravessou a rua com seu passo bêbado
    Subiu a construção como se fosse máquina Subiu a construção como se fosse sólido
    Ergueu no patamar quatro paredes sólidas Ergueu no patamar quatro paredes mágicas Ergueu no patamar quatro paredes flácidas
    Tijolo com tijolo num desenho mágico Tijolo com tijolo num desenho lógico
    Seus olhos embotados de cimento e lágrima Seus olhos embotados de cimento e tráfego
    Sentou pra descansar como se fosse sábado Sentou pra descansar como se fosse um príncipe Sentou pra descansar como se fosse um pássaro
    Comeu feijão com arroz como se fosse um príncipe Comeu feijão com arroz como se fosse o máximo
    Bebeu e soluçou como se fosse um náufrago Bebeu e soluçou como se fosse máquina
    Dançou e gargalhou como se ouvisse música Dançou e gargalhou como se fosse o próximo
    E tropeçou no céu como se fosse um bêbado E tropeçou no céu como se ouvisse música
    E flutuou no ar como se fosse um pássaro E flutuou no ar como se fosse sábado E flutuou no ar como se fosse um príncipe
    E se acabou no chão feito um pacote flácido E se acabou no chão feito um pacote tímido E se acabou no chão feito um pacote bêbado
    Agonizou no meio do passeio público Agonizou no meio do passeio náufrago
    Morreu na contramão atrapalhando o tráfego Morreu na contramão atrapalhando o público Morreu na contra-mão atrapalhando o sábado

     



  • 14 Mai 2013

    Prisoner of the blues

    Sons Of The Blues
    Prisoner of the blues
    Sons Of The Blues Prisoner of the blues

     


    ser o que sou quando não sou o que sou