Bom Povo

é melhor começarem a nadar
porque os tempos estão a mudar

E não vai ninguém ao leme


8 Comentários

  • Inconfessável

    Estão a mudar. Em sentido inverso ao que cantava Bob Dylan, na época.

    • Luis

      Luis

      Ando com alguma dificuldade para perceber coisas que metem “sentido” pelo meio 🙂
      Mas mesmo assim, dá para concordar contigo, que as coisas estão a mudar para o lado errado.
      Já agora uma pergunta, quando foi que as coisas mudaram para o lado certo?

  • bemsalgado

    Confesso, livre de culpa, ter a impressão de que vivemos tempos de claudicação periférica generalizada, com todo o corpo social afetado, e não apenas os membros motores, que é onde começa a se manifestar a esclerose sistêmica.
    Nem um passo adiante, tudo para trás.
    Mais de um, estamos já de volta.

    Sem timonel. Nem norte ao sul, nem luz crescendo ao leste.

    Cos magos de oriente perdidos por Wuadi Rum por causa dun buraco negro,
    papa Noël pendurado dos balcôes de Wall Street na Big Apple,
    the Great Cold War,
    “Occidente cierra filas contra Rusia”

    the Great Wall of Texas,
    “Trump se jacta de mentir a Trudeau” e de ameaçar aos mexicanos.

    The Big Trump!

    Tsipras, nâo ha tanto faro da “esquerda” no Mediterráneo oriental, “asegura que ele e Trump comparten «valores comuns».”

    E Warren Buffet confirma: “Certo que há luta de classes: Os ricos estamos a ganhá-la.”

    Mas, afortunados nós, neste cantinho ibérico, os santos estão e estarâo sempre conosco.

    Santo Antonio para nos dar sorte, ou marido; o Sâo Roquinho, no passado para poupar-nos a peste impedindo-a de entrar em Santiago, e sempre para curar nossas feridas.
    E São Bieitinho do Olho Redondo para nos livrar das verrugas rebeldes à medicação.
    E outros moitos santos mais que nâo estâo, mas que estariam axinha dispostos para nos socorrer ao nosso chamado.

    Como o Sâo Gennaro de Catania, que, fora de estaçâo, entre “miracolo e miracolo”,
    bem poderia vir apagar os incendios na Galiza e Portugal se for requerido para elo.
    Sería seu grande “miracolo”. Sâo Gennaro apagou o Etna ou o Vesubio, e os volcâos calaram por decenios. Os incendios, nâo, eles repetem cada pouco. Nem respeitam as estaçôes invernais.
    Mas Sâo Gennaro também conhece o jeito de repetir milagres todolos anos, sem necessidade de sintrom ou heparina.

    “Il miracolo di San Gennaro si è ripetuto. E il sangue, questa volta, non era semplicemente sciolto ma quasi “ribolliva” nell’ampolla che l’arcivescovo di Napoli, cardinale Crescenzio Sepe, ha esposto ai fedeli.

    “Grazie al Signore che ancora una volta ha manifestato la sua bontà nei riguardi di noi tutti napoletani”, ha detto il porporato. Secondo gli esperti del miracolo, è assolutamente inusuale che il sangue si sciolga fino a questo punto, e questo sarebbe di buon auspicio per la città di Napoli.
    Il miracolo avviene tre volte l’anno: a settembre, nel giorno appunto di San Gennaro, nel sabato che precede la prima domenica di maggio e a dicembre.”

    Stephen Hawking nâo era tâo optimista:

    «Acho que os vírus das computadoras deberían de contar como vida. Acho que dizem-nos algo a respeito da natureza humana, a única forma de vida que fomos quem de crear até o momento é puramente destrutiva. Temos creado vida a nossa imagem».

    “Vai ser muito difícil, a estas alturas, evitar um desastre no planeta Terra nos próximos cem anos e, por este motivo, a raça humana não deveria pôr todos seus ovos na mesma cesta, ou no mesmo planeta. O futuro da humanidade em longo prazo estará no espaço”.
    O astrofísico britânico Stephen Hawking defendeu ontem, em Santiago de Compostela, a importância dos voos espaciais e acrescentou: “Se a humanidade deve continuar durante outro milhão de anos deverá ir, sem vacilação, onde ninguém tem ido dantes”.

    “Se os extraterrestres nos visitarem um dia, acho que o resultado será semelhante ao que aconteceu quando Cristóvão Colombo desembarcou na América, resultado que não é realmente positivo para os índios”

    “Os físicos acham que o universo “está governado por leis científicas, … Isso não deixa espaço para Deus nem para os milagres”, concluiu, rotundo. ”

    “S(BH) = (kc3 / 4hG) A”, epitáfio por ele escolhido, o diz tudo para pessoas comuns como eu.

    Enquanto Bob Dylan, «The answer, my friend, is blowin’ in the wind», um credo para moitos, tornou para: “Agora veño e dígovos que Xesús é a resposta”

    Diversidade admirável a da especie.

    Tudo bem, Luis.
    Sim, não fiquei louco, acho. Ainda que, calado estaría milhor.
    Abraços.

    • Luis

      Luis

      És um poeta! (bem salgado) 🙂

      Houve ali uma parte que jurava que era o Walt Whitman. A parte do epitáfio é mais complicada para não dizer GT/5(X^2)*2 alfa cubo 🙂

      Sabes o que é pior que dos pobres terem perdido a guerra? É que nem se aperceberam disso.

      Ps. Não te cales. Nunca.

      Quem manda calar são os parvos e os fascistas.

  • Maria Papoila

    Como sempre aconteceu e acontece.

    • Luis

      Luis

      E sempre vai acontecer?

  • Maria Papoila

    O que é isso de “sempre”?

    • Luis

      Luis

      Já me ri 🙂 tenho o hábito de fazer perguntas, e é giro provar do próprio remédio

Deixe um comentário