Amo-te

Amo-te com uma força que não tenho, com passos que não sei.
Amo-te com raiva.
Amo-te com desespero. Com ânsia de ti. Amo-te com uma ternura louca.
Amo-te com imensidão.


3 Comentários

  • Anonymous

    “Em quem pensar, agora, senão em ti? Tu, que
    me esvaziaste de coisas incertas, e trouxeste a
    manhã da minha noite
    . É verdade que te podia
    dizer: «Como é mais fácil deixar que as coisas
    não mudem, sermos o que sempre fomos, mudarmos
    apenas dentro de nós próprios?» Mas ensinaste-me
    a sermos dois; e a ser contigo aquilo que sou,
    até sermos um apenas no amor que nos une,
    contra a solidão que nos divide. Mas é isto o amor:
    ver-te mesmo quando te não vejo, ouvir a tua
    voz que abre as fontes de todos os rios, …”

    Pedro Lembrando Inês
    Nuno Júdice

  • rosa

    Houvesse uma palavra em que tu coubesses.
    Uma palavra redonda com o meu amor.
    Embrulhava-a em papel cor de mim.
    Oferecia-te numa manhã sentida…

  • rosa

    “é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo”.

Deixe um comentário