A terra abre-se

faz-se espada
rasga a carne

vem


Deixe um comentário