2 comentários sobre “O construtor letrado

  1. Isabel Pires disse:

    Imediatamente pensei na “Construção do Chico, e gostei de ter este pensamento…

    …Sentou pra descansar como se fosse sábado
    Comeu feijão com arroz como se fosse um príncipe
    Bebeu e soluçou como se fosse um náufrago
    Dançou e gargalhou como se ouvisse música
    E tropeçou no céu como se fosse um bêbado
    E flutuou no ar como se fosse um pássaro…

    • E foi uma boa lembrança.

      Mas já agora explico o titulo, por coisas do destino, tive andar de metro durante uns tempos, e um dia apanhei um “homem das obras” à minha frente, botifarras e roupa suja de pó e tinta. E ia na sua, livro na mão, embrenhado na leitura.

      E talvez por ir a pensar nos derivativos disso, nesse dia pela primeira vez atirei a porra do trabalho ás malvas e fui sentar-me à beira-rio com uma loura.

      Na verdade foi mais que uma loura, mas não quero parecer gabarola :D

Deixar uma resposta