4 comentários sobre “estive a escrever de cabeça

  1. Parece não haver outra forma de escrever alguma coisa de jeito.
    Também, não é nada despropositado. Então, não há quem faça contas de cabeça? E não é preciso ser contabilista. ;)
    Atirar-se de cabeça já pode ser mais complicado. Por causa dos eventuais traumatismos. Costumam ser cranianos, mas já ouvi que podem colidir com outros departamentos.

  2. Luis Rodrigues disse:

    Os contabilistas sabem muitas contas :)

    Às vezes quando estou na rua vêm-me coisas à cabeça
    (nada de parafusos, por causas dos traumatismos)
    mas escrever no telefone é como usar martelo e escopo para gravar um relâmpago

    Devia haver gravadores de pensamentos. Rec e pronto.
    E trocar cassetes com outros … era capaz de ser giro :)

    • Isabel Pires disse:

      É por causa disso que ando sempre com uma caneta e um bocadinho de papel no bolso.
      Normalmente, é nos lugares mais inusitados que surgem as melhores ideias. Pelo menos as que nos servem para alguma coisa.

      Sei que isto é coisa de rapariga muito antiga, que às vezes gozam comigo, mas não me importo.

  3. Luis Rodrigues disse:

    já tentei várias coisas, incluindo a caneta, mas como não ando com mala,
    pelo contrário sou adepto do light, nem com carteira ando, desisti

    agora lembro-me das coisas e esqueço-me delas, ainda não notei nenhum mal por causa disso

Deixar uma resposta