Malala Rachel Corrie
Dezenas de prémios e condecorações Nenhum reconhecimento ‘internacional’
Discursa na ONU, é entrevistada e elogiada por todos os canais de tv Nunca foi convidada para nada
Vive em hoteis e viaja pelo mundo Não vive

Soundbites inconsequentes:
Uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo

Relevante e incómoda:
Estou aqui porque todos os dias morrem 40 mil pessoas de fome.
Temos que entender que os pobres estão à nossa volta e nós os ignoramos.
Temos que entender que estas mortes podem ser evitadas.
Temos que entender que as pessoas do 3º mundo pensam, importam-se, sorriem e choram tal como nós.

Padrão

6 comentários sobre “

  1. Li, talvez há uns dois/três meses, um artigo num jornal inglês – creio – que dava conta do aproveitamento político à volta de Malala e da grande hipocrisia do ocidente. Mesmo que te quisesse dizer qual, na m'alembra onde foi.

  2. O normal são as baboseiras, mas mesmo no betão há sempre uma flor

    E sobre o caso das bombas me Boston, nem falo. Como é que ninguém pergunta como se pode matar uma pessoa por andar com um mochila na rua?

  3. É óbvio para toda a gente que as pessoas de mochila às costas são um perigo! Olha só os putos quando vão para a escola, aqueles pontapés doem nas canelas que é obra.

Deixar uma resposta