4 comentários sobre “

  1. Sâo os problemas que gêra a coexistência cos grandes homens, com aqueles dos que se diz que vâo por diante do seu tempo.

    E aqui, verificado branco sobre negro, habita um desses homens co que eu quissera, como cada ano um día, compartir mesa e garrafa na próxima semana. Para isso tenho que ir até Lisboa, porque ao revés nâo vai, e tendo que estar de volta na Galiza antes do sete de fevereiro, vejo que hoje já é día treze. De volta portanto.

    Esses homens é assim que estâo programados, para iren sempre emfrente por diante do resto, atrás nunca.

    Nào sei porque, nâo da.

  2. São as marés, bemsalgado.

    Há quem diga que é bonito ser maré, e ir com a maré.

    Há quem diga que de deve lutar contra a maré.

    Eu não digo nada, que os momentos mais felizes são quando não percebo nada.

Deixar uma resposta