4 comentários sobre “

  1. Ora bem, está na altura do comentário sem jeito nenhum, porque assim que li isto, lembrei-me de uma imagem que a editora Do Lado Esquerdo gostou, lá no face, e que me levou a uma série de imagens – creio que do mesmo autor, não sei bem porque a página estava em japonês, mas pelo traço do desenho parecia -, sendo que uma era de uma rapariga meio deitada de barriga aberta e um homem a comer-lhe as entranhas como se fosse esparguete.

    Depois, tu escreves isto – que é bonito e profundo – e tudo o que me lembro é daquilo. :/

    Nunca mais vou coscuvilhar os gostos alheios…

  2. são só duas palavras, o que poderia ser original é o espaço, mas nem isso o é

    agradeço, apesar do 'bonito e profundo' me deixar desconfortável, e as entranhas com fome

Deixar uma resposta