6 comentários sobre “Pôr as coisas em contexto

  1. O que existiu por breves momentos, não existe.

    A cena do passado presente e futuro foi inventado para foder a molécula de quem se puser com merdas.

    Como nada existe para além daquele cagaguézimo de fracção de segundo que é o presente, só há que desejar com base no impalpável, que o presente que aqui está, esteja a seguir.

    Bu.

Deixar uma resposta