Apólices de seguro

Quando se quer fazer um seguro de vida, há sempre aquelas exclusões.
Andar de mota a fazer o pino e a cantar o solidó, ou seja bêbado que nem um cacho. Etc etc.

O que nunca vi nas exclusões é sonhar. Atividade reconhecidamente perigosa.

De que morreu ele? Sabes lá, sonhou alto e caiu de uns quinhentos metros.

Conclusão? A malta dos seguros são todos uns sonhadores.

Padrão

3 comentários sobre “Apólices de seguro

Deixar uma resposta