O homem é de longe o animal mais estranho que existe. Por exemplo, o ‘vestir’.
Basicamente consiste em atar ao corpo pedaços de coisas com formas e cores estranhas. E depois andamos por aí cobertos com aquilo, mesmo quando está um calor infernal, como que a dizer: ‘Homem’, a espécie especial.

Padrão

Deixar uma resposta